sexta-feira, fevereiro 08, 2008

Recordar!

E há uns tempos atrás foi assim.. Supresa boa na minha caixa de correio. Um dia mais que bonito, numa quinta no Azeitão.




Nunca vos aconteceu olhar para uma foto e pensar "não me reconheço"? Foi o que me aconteceu.

9 comentários:

Lita disse...

Estás verdadeiramente linda!!!!

Mas isso é porque o és, naturalmente!
Beijos

Salvador disse...

depois admira-se...

que a peçam em casamento
a cada esquina...

que lhe proponham ser mae dos seus filhos...

que os pássaros caiam dos
ninhos atordoados com o seu sorriso...

que até eu, solte pequenas gotículas de saliva (baba) enquanto olho nos seus olhos, durante um jantar num restô pseudo-vegetariano...

enfim...

Belissima como sempre...


...isto sao apenas vislumbres do brilho magnificamente belo que este ser de luz em corpo de mulher tem dentro de si...

até doi...!

ps - é nestes momentos que penso...
" quem me dera saber atirar piropos à trôlha!!! "

(nao tenho essa destreza criativa senão estavas bem tramada)

Neptuna disse...

Obrigada Lita, és um doce!

Salvador, fiquei sem palavras para te responder! :P

desviando a conversa.. da próxima vez jantamos num restaurante verdadeiramente vegetariano..! :P

Obrigada pelas palavras amiguinho!

Hopelandic disse...

Ou um olhar no vazio e encontrar a pessoa que em nós habita. Acontece, amiude. Sentir o gesto brando do tempo dentro do espelho, e a nossa imagem mais queimada a cada silêncio.
Promissor, diria...
Boas escolhas musicais (last.fm). Caí aqui enquanto consequência do meu signo. Desculpa a intromissão.

Olavo disse...

Fica aqui uma vez mais registado, que o brilho não se deixa esconder, mesmo que as espessas nuvens o tentem a todo o custo fazer.
Sorri, porque a magia, nunca saiu de dentro de ti :-).
Abraçinho brilhante

Sandra disse...

Pois é... parece que os teus fãs já disseram tudo. Linda como sempre!
Beijos

Sandra disse...

E que belos fãs hammm? Poeticos e tudo!!
;)

Ceci disse...

Pois acontece .... também comigo, e penso que é próprio dos humanos, de vez em quando se estranharem a si mesmos, até poderem de novo se aceitar, com as mudanças que vão acontecendo, se processando em cada ser....
Felicidades, que consiga viver bem cada tempo.

31 disse...

um longo e tremendo suspiro.