segunda-feira, janeiro 07, 2008

Costuras



Hoje a tristeza costurou-se em mim.

Ela e eu somos uma.

Um gorro de impotência,

um cachecol de falta de ar,

umas luvas de algemas e

umas botas pesadas que não servem para andar.

Apetece-me chorar sem parar. Para ver se sai tudo cá para fora. Não quero mais nada dentro de mim.

Ou então, queria magia. Magia para resolver o que parece impossível ser tratável.

8 comentários:

Lita disse...

Tens meu abraço... um apoio para os momentos mais frágeis. O resto tu fazes... a magia, o levantar e voltar a caminhar sozinha.

Mas descansa um pouco. Não precisas de carregar o mundo às costas. Que as lágrimas te limpem e te devolvam a real imagem de ti. Força!!!

s ª l v ª d º r disse...

meu fado...

sentir em nós
uma razão que nos diga que nao estamos sós...

e que o mar dos olhos
lave a alma dos gritos surdos da revolta e da angustia... e os dilua no mar da vida, da magia e do amor...

seguro-te num abraço forte...
e coloco a minha alma no âmago dessa dor...
tento brilhar e trazer à luz esse teu mergulho profundo...

Agora respira
inspira
suspira
relaxa...

Sabes tão bem
que até as tuas lágrimas
são bençãos...
que até na dor trazes luz ao mundo...

Estamos cá contigo...
e a magia está a acontecer...
tu sabes que está...

Siegfrieð disse...

Post :.: Muito Bom.

:D ~~

Sandra disse...

Não seria bom se num ápice de magia pudessemos transformar todos os nossos mais tristes sentimentos em riso incontido?
Também ando a precisar de um bom copo de vinho e umas belas gargalhadas.
se te quiseres juntar a mim, és muitissimo bem vinda minha querida :)
Beijos e sorrisos

Neptuna disse...

:)

era muito bom, era efectivamente muito bom transformar tudo isso em riso.

para quando esse(s) copo(s) de vinho? preciso de umas gargalhadas..!

um beijinho! e sorrisos dos bons!

YTMO disse...

Belíssimo texto....

Cump.
YTMO

Mei & Chihiro disse...

Faz do espaço,
um abraço,
da pedrada,
uma mão sobre a tua fechada,
do ansiedade
as asas da felicidade,
esquece o que ficou para trás
o passado já jaz.
Usa força e toda a coragem
para fazer do futuro a próxima paragem.
Kissinho

Olavo disse...

Ha de facto alturas na vida em que tudo nos passa ao lado, em que nos centramos, focamos e afincadamente nos dedicamos a uma e só uma causa, sendo que tudo o resto fica como que esquecido...
De magia não disponho, mas um lenço para lagrimas, dois braço para te carregar e um sorriso para te amparar, isso eu consigo arranjar. Beijinhos