sexta-feira, novembro 03, 2006

1ª Sessão - Anamnese

Anamnesis do grego aná que significa trazer de novo e mnesis que significa memória.

Olha-se ao espelho. Ao contrário de Narciso não se apaixona por si próprio. No entanto, deixa antever o mesmo final trágico.

Olha-se ao espelho. A imagem reflectida é demasiado real para poder ser bonita. A expressão dura é marcada pelas emoções que o tempo teima em marcar no rosto.

Olha-se ao espelho. É o quadro vivo daquilo que não queria ser pintado em si.

Olha-se ao espelho. Admira-se.

“Se me quisesse tanto, quanto aquilo que em mim não me quer.”

Pensava.

“Aí, o que eu seria feliz”.

Dizia.

"Espelho, espelho meu, haverá alguém mais perdido do que eu?"

1 comentário:

Tao disse...

“A realidade á a nossa própria imagem do mundo; aparece em todos os espelhos, um fantasma que existe apenas para nós próprios, que aparece, gesticula e desaparece connosco.”
Jorge Luís Borges