quarta-feira, outubro 15, 2008

Dos Chavões





A maravilha das frases feitas é uma daquelas coisas que continua a deixar-me surpreendida pela negativa.


Já não suporto ouvir a mesma coisa em momento críticos. “És forte! Tu consegues superar e dar a volta..! És uma menina muito forte. Vais ver que isso não é nada.”


O que dizer?

Obrigada pelo elogio!


Ou talvez,

Obrigada pelo voto de confiança!


Ou então e que tal,

Para ti também!


Não me leve a mal quem quer que eventualmente já me tinha dito algo parecido. É que hoje, particularmente hoje, soube-me tão mal ouvir aquilo que não me deixa chorar.


Enquanto falava, estava a pedir colo para chorar. Queria mimo para consolar a dor que teima em doer. Era só mimo.


Queria descansar. Sabem? Aquele descanso do guerreiro. Descansar da luta só por agora, para depois voltar à carga ainda com mais força. Queria um momento de paz, por muito incerta que ela possa ser. Queria silêncio num abraço apertado.


Não pode haver força sem fragilidade. Hoje era um momento desses.


Quando se ouve um chavão daqueles, só apetece gritar desesperadamente e fugir. Só queria mimo. Hoje, só queria mesmo era colo. Porque hoje, não conseguia ter força para ser forte.


4 comentários:

Lita disse...

Pois, mais um chavão!
COMO EU TE COMPREENDO!!!!!!! :)

És forte, não tens o direito de te fragilizares e quebrares as expectativas de todos... mais ou menos assim, né?

Deixa-te cair, amiga. Derrama as tuas lágrimas, enrola-te no teu ninho. Tens o meu abraço. Aqui, forte ou frágil, os meus afctos não mudam.
Beijo

Neptuna disse...

:) obrigada por me compreenderes! é tão bom... obrigada pelo teu abraço, vou enrolar-me no meu ninho .. depois de sair do trabalho.. que raiva! até as rotinas impedem e adiam esses recolhimentos...

bisturi disse...

Tens aqui outro abraço :)

E terás mais se vieres prá janta :P

Neptuna disse...

:) que bom! não é que o facto de ser o teu aniversário um bela motivação para fazer 300 kms mas o abraço... e os outros que posso receber... :)